Cultura

Casos de Minas

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó

O Subbitto

Dona Irze, casada com seu Izaú. Ela fazia tricô o dia inteiro e seu Izaú vendia de casa em casa até às 16h só, todos os dias.


Depois do trabalho seu Izaú, sentava no jardim de frente a igreja e ficava batendo papo, jogando conversa fora, até dona Irze chamá-lo:
- Izaú, esta na hora do subbitto!


Todo dia era mesma coisa, todos que ficavam no jardim ficaram curiosos para saber o que significava subbitto. Mas ao mesmo tempo ninguém tinha coragem de perguntar. Izaú ficava todo inchado, distraído nos seus pensamentos, além de sistemático era meio ignorante, ninguém mais tinha paciência com ele, era de lua. Então mais do que depressa incumbiram dona Sandra, a bisbilhoteira e fofoqueira da cidade para saber do que se tratava. Dona Sandra com aquele seu jeitinho de conversa mole, foi introduzindo assunto mais assunto; até perguntar a dona Irze o que era subbitto.


Irze disse:
- Porque quer saber isto Sandra?
- A cidade inteira está curiosa para saber dona Irze. Conta prá mim?


-Vou lhe contar o que é subbitto, minha filha.
Subbitto é aquele macarrão que fica de um dia para o outro; e você chupa com uma força danada, porque senão não consegue engoli o bicho.
Chama-se subbitto, pois é que nem um assovio.

Enviar link