Cultura

Casos de Minas

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó

João Natal

Sr. João Natal era filho do Sr. Nametala Yunes. Ele trabalhava como cozinheiro na "Boite Belinda", e, por isso, às vezes tinha que ficar no trabalho até tarde da noite.


Sr. João Natal era muito conhecido por ser uma pessoa extremamente medrosa. Imaginem que tinha medo até da própria sombra! Como morava perto do cemitério, após o serviço João Natal sempre convidava um amigo para acompanhá-lo até sua casa. Seus amigos achavam muito engraçado que João tivesse tanto medo, já que não era nenhuma criancinha!


Numa feita, os amigos combinaram de lhe dar um susto: um deles vestiria de mulher e o esperaria na travessia da linha de ferro. Assim combinado, quando João Natal e seus companheiros aproximaram-se da linha de ferro, a mulher (o seu amigo) apareceu e começou a caminhar lentamente até que João chegasse mais perto.


Os amigos disseram:

- Olha João, uma mulher sozinha passando perto do cemitério! Você não tem vergonha não?


João respondeu:

- É verdade! Vocês podem me deixar aqui que irei junto com ela.


Ele alcançou a mulher e foi caminhando, calado ao seu lado. Ao aproximarem-se do cemitério ele perguntou:

- A senhora não tem medo de passar aqui perto do cemitério sozinha a esta hora da noite?


A mulher respondeu:
- Quando eu era viva eu tinha medo, agora que estou morta não tenho mais!


João teve tanto pavor que desmaiou pensando que era mesmo uma assombração. E os amigos (da onça) tiveram muito trabalho em socorrê-lo e levá-lo para casa.

Enviar link