Cultura

Entrevistas

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó

Cesar Menotti & Fabiano - Novembro 2007

  • César Menotti & Fabiano - Divulgação/César Menotti e Fabiano

"Palavras de amor, jogadas ao vento"... Foi assim que a dupla Cesar Menotti & Fabiano conquistou Belo Horizonte, Minas e, agora, o Brasil. Cantando nas noites e nas pequenas cidades do interior, os irmãos descobriram-se mineiros de coração. Hoje, quando percorrem o país, levando suas músicas que falam de amor, agradecem a Deus pelo sucesso e cantam: "É aqui que eu amo/ É aqui que eu quero ficar/ Pois não há lugar melhor que BH".


Por Janaina Oliveira.


Portal Descubraminas - Apesar de não serem naturais de Minas Gerais, vocês cantam sobre o Estado e dizem que se consideram mineiros de coração. Por que essa paixão por Minas e o que mais os encanta nesta terra?
Fabiano -
Já moramos em quase todo o Brasil. Mas, o estado que moramos mais tempo e em mais cidades foi Minas Gerais, nosso pai é mineiro, daí a paixão por Minas, o que nós mais gostamos em Minas, sem dúvida, é do seu povo, que é o mais hospitaleiro do país.


PD - Antes de estourar pelo país e conquistar o disco de platina, vocês se apresentaram muito "na noite" ou foram a lugares "perdidos" pelo interior de Minas? Como eram estas viagens, e o que aprenderam "na estrada"?
Fabiano -
Tínhamos uma Santana Quantum azul, geralmente íamos sozinhos ou com o nosso irmão Fabio Lacerda, gostávamos muito era super divertido. Às vezes, saíamos para algumas cidades que nunca tínhamos ouvido falar e nem tínhamos idéia de onde ficavam, às vezes demorava pra achar, mas nunca nos perdemos, nessas viagens aprendemos a dar valor à vida e em tudo o que Deus nos dá, pois mesmo com muita dificuldade nunca deixamos de agradecer a Deus por cada apresentação.


PD - Depois de fazer sucesso nas apresentações das Terças Universitárias no Observatório, o estouro veio e vocês passaram a viajar pelo Brasil. Existe algum lugar que consideram o mais especial, ou mais marcante?
César -
É difícil responder isso, pois temos pouco tempo de estrada, e ainda estamos conhecendo o Brasil, existem estados que ainda não passamos, mas o mais marcante até agora foi receber o disco de ouro no Vila Country em São Paulo, havia vários artistas famosos presentes, além da nossa família e do pessoal da gravada. A casa estava lotada foi emocionante, e também o Chevrolet hall no ano passado onde fizemos dois dias de casa lotada, foi muito marcante para nós.


PD - Em suas composições vocês ressaltam a música sertaneja de raiz, tipicamente caipira, do interior. No álbum "Palavras de Amor Ao Vivo" várias músicas de sucesso passaram por releituras, ganharam uma cara nova. Qual o critério de escolha do repertório da dupla?
Fabiano -
Cantamos mais aquelas músicas que marcaram nossa infância, por termos um público infantil muito grande de um tempo para cá não gravamos mais músicas que falam sobre bebida ou de duplo sentido, mas no geral para gravarmos uma música ela tem que nos emocionar.


PD - Suas músicas conquistaram também o público infantil. Já existem até apresentações destinadas às crianças. Como é cantar para esse tipo de público?
Fabiano -
É muito bom, pois é um público sincero e fiel, e nós queremos influenciá-los de uma maneira positiva, cantando músicas que valoriza a família, como Caso por Acaso.


PD - A música sertaneja tem se renovado: novos nomes têm surgido, e César Menotti & Fabiano é uma das duplas mais prestigiadas. Como vocês vêem este momento de renovação na música sertaneja?
Fabiano -
É um momento maravilhoso que esta nova geração de cantores está vivendo, e temos que saber aproveitar, fazendo um trabalho de qualidade e procurar agradar o público, que no nosso caso tem um perfil variado, que vai desde crianças até senhoras de 90 anos. Outro dia atendemos uma fã no camarim de 90 anos, ela foi no show ficou até o final e depois nos esperou para tirar uma foto, nós a atendemos no início achando que ela não ficaria até o fim, mas ela esperou acabar o show. Nosso público é variado, e achamos isso muito bom.


PD - Em setembro, vocês lançaram um novo álbum. O que o público vai ouvir neste novo trabalho?
César -
Vai ouvir um trabalho 80% inédito, optamos em fazer poucos regravações para que desta vez o público pudesse conhecer um pouco melhor nossas músicas, foi um trabalho que saiu do nosso coração, vamos esperar e torcer para a galera aprovar.

 

Enviar link

Outras entrevistas