Cultura

Manifestações Culturais Tradicionais

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó

Brinquedos e Brincadeiras

© Stock Photos Stock Photos

Os brinquedos e brincadeiras populares têm importância fundamental no processo de integração entre crianças, jovens e adultos, pois proporcionam uma convivência saudável, amiga, criativa e construtiva durante as horas de lazer.

Infelizmente, os logradouros públicos das áreas urbanas são restritos e oferecem pouca segurança para esse tipo de convívio. A própria construção civil residencial é cada vez mais vertical e também pouco oferece quanto às possibilidades de lazer em grupo. E a rotina de trabalho estafante dos pais não lhes proporciona, muitas vezes, tempo suficiente para brincar e interagir mais com seus filhos. 

Já não é tão comum ver crianças e adultos brincando livres em locais adequados. A maioria das crianças, quando não está absorvida pela televisão, está presa nos quartos manipulando eletrônicos ou brinquedos à pilha, os quais não oferecem por si mesmos as condições ideais para o desenvolvimento da criatividade e da psicomotricidade. Esses brinquedos são até muito interessantes, mas, seu uso excessivo, sem alternativas e sem processos interativos, apresenta-se como forte apelo ao consumismo e interferem, visivelmente, na saúde física e mental e no comportamento social da criança e do adolescente.

Quando as crianças brincam utilizando os brinquedos e brincadeiras populares, uma continuidade sociocultural lhe está assegurada, pois passa a existir uma participação mais intensa das crianças e adultos em um sistema de idéias, sentimentos e valores comuns. A lúdica folclórica exige, portanto, um suporte estrutural e tarefas prescritas a serem executadas dentro de um clima moral que consiste basicamente em:

- promover a interação e cooperação;

- estimular a competição com iguais;

- valorizar as regras sociais existentes na herança cultural e respeitá-las;

- desenvolver o espírito de liderança; e

- proporcionar a identificação com o bem comum dos grupos.

Os brinquedos e brincadeiras populares citados aqui também são conhecidos como brincadeiras de salão, podem ser realizados ou construídos em família e entre amigos. Os materiais utilizados na construção dos brinquedos são acessíveis como as sucatas de madeira, plástico, tecido, ferro, vegetais, entre outros. As brincadeiras podem ser desenvolvidas em logradouros, pátios ou recintos fechados para pessoas de todas as idades, sem distinção ou preconceito.

Os brinquedos são objetos destinados a divertir uma criança. As brincadeiras são os jogos ou divertimentos populares adultos ou infantis.

Exemplo de brinquedos: cavalo de pau, carrinho de guia, papagaio ou pipa, boneca de sabugo, peteca de palha de milho, belisca ou cinco marias, etc.

Exemplos de brincadeiras: bola de gude, finca, bentes e altas, pegador, mãe-da-rua, rouba-bandeira, roda e etc.


“As brincadeiras são uma constante social”, já dizia Erik Erikson:


“(...) a identidade de uma pessoa e de um povo começa nos rituais de infância.”


Desde a pré-história, tem-se notícias de crianças e adultos brincando. Usavam os recursos naturais e criavam seus brinquedos e brincadeiras.


Em escavações arqueológicas já foram encontradas bolas de couro recheadas de crinas de cavalo, palha e outros materiais.


Bonecas articuladas que podiam mover com barbantes semelhantes aos fantoches e marionetes eram brinquedos favoritos na Grécia e Roma.


Modelos de miniaturas de cadeiras, mesas, jogo de quarto, jarros, piões, chocalhos e peças de jogos sobreviveram ao longo dos anos.


Desde a Idade Média, a fabricação de brinquedos foi fator econômico significativo. A cidade de Nuremberg, na Alemanha, no século 15, já fabricava brinquedos.


Em Ulm e Augsburg, durante os séculos 16 a 17, reuniam os fabricantes de casas de bonecas, de miniaturas de instrumentos musicais e peças de mobiliário que são obras-primas de artesanato.


Apesar da evolução tecnológica dos brinquedos, ainda não se descobriu o que substitui o encanto que desperta na criança a boneca e a bola.

Enviar link