Cultura

Manifestações Culturais Tradicionais

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó

Região Cultural Mineira Sanfranciscana

Materiais mais utilizados:

Reino Mineral - argila, pedra e areia na garrafa.

Reino vegetal - madeiras diversas, bambu, taquara, palha de milho, palha de buriti, fios de algodão, cipós, sementes e embiras.

Reino animal - Couro de bovino e caprino, chifre.

Produtos industrializados - cobre, folha de flandres, retalhos, linhas diversas, papel crepom e de seda, muito utilizados nas decorações dos festejos religiosos.


Onde encontrar:
Há grande variedade de rendas de bilro e tecelagem no tear manual em várias localidades.

Januária: no Mercado Municipal, encontram-se colheres de pau, gamelas, pilões e outros utensílios domésticos em madeira. Há lamparinas, formas de cuscuz, bules, ralador e leiteiras feitas com folhas de flandres.

Januária / Distrito de Candeal: cerâmica decorativa e utilitária. É branca. Os artesãos herdaram dos indígenas a técnica do fazer.

Januária / Distrito de Brejo do Amparo: encontram-se os artesãos que fazem as dornas de umburana. Um artesão de renome nesse local é o Sr. Zezito. Essas dornas são utilizadas para curtir cachaça.

Montes Claros e Inhaúma: nos mercados municipais, encontram-se cerâmicas utilitárias, tachos de cobre, artigos em couro utilizados nos muares e eqüinos, bem como chapéus e outros objetos típicos utilitários regionais.

Joaquim Felício e Pirapora: outros tipos de cerâmica e de outras tonalidades.

Região de Pirapora: carrancas e miniaturas de barcos.

Claro dos Poções: objetos confeccionados em palha de bananeira e de milho.

Paraopeba: os artesãos regionais se destacam na confecção de máscaras utilizadas nas folias de reis e outros folguedos.

Artistas populares regionais:

Montes Claros
Tibúrcio

São João das Missões
Zé Caboclo

Porto Firme
Expedito

Itamarantiba
Mundinha, ceramista.

Pirapora
Lia, carranqueira.

Enviar link