Cultura

Manifestações Culturais Tradicionais

Senac
  • Logo Senac Minas
  • Hotel Grogotó
  •  

05. Adivinhações

O que mais se usa fazer na noite de São João são as adivinhações. Assim, por exemplo, as moças costumam plantar , à meia-noite, três cabeças de alho, cada uma correspondendo a um namorado. No dia seguinte, a que tiver nascido será o nome do futuro marido.


Outra sorte é a do ovo. Pouco antes da meia-noite, quebram um ovo num prtao novo que está colocado sobre uma toalha nova.  À meia-noite, acende-se um pau de fósforo de uma caixa nova olhando para o prato. Se tiverem que se casar, aparecerá a figura de um noivo. Se tiverem de morrer, aparecerá uma rede e se tiverem que viajar, um navio. 


A agulha também serve para adivinhação. Basta colocá-la num prato cheio d'água. Se ela afundar, a moça não se casa naquele ano, mas se boiar é bom ir preparando o enxoval.


Ainda utilizando agulhas, na véspera de Santo Antônio deve-se apanhar duas que nunca tiverem sido usadas. Elas devem ser colocadas em um copo com água no sereno da noite. Ao amanhecer, se as duas estiverem unidas é casamento certo. Se for um casal casado não haverá separação.


Outra adivinhação muito comum é a dos três grãozinhos de feijão. Um deve ser descascado todo, outro pela metade e o terceiro ficnado com casca. Os três devem ser colocados debaixo do travesseiro. A acordar, apanhe os grãos. Se pegar, primeiro, o descascado, o marido será pobre. Se o da metade, o marido será remediado. Se for o que ficou com casca, vai ser marido rico.


O tronco de bananeira serve, igualmente, para a sorte. Pega-se um canivete e dá-se um profundo talho no tronco. No dia seguinte, se lá estiver a figura de um navio, é viagem. Se estiver uma cruz, é morte. mas se aparecer uma flor, um altar ou uma igreja, o casamento é garantido.

Enviar link