Minas Gerais

História

Senac
  • Logo Senac Minas
  • Hotel Grogotó
  •  

Mauro Faccio Gonçalves - Zacarias

Cronologia
Nasceu: 18 de janeiro de 1934
Faleceu: 18 de março de 1990
Natural de Sete Lagoas


Trajetória de vida
Mauro Faccio Gonçalves vem de uma família humilde, com onze irmãos. Antes de se tornar ator e humorista, Mauro trabalhava com os pais vendendo sapatos e também em uma fábrica de café. Em Sete Lagoas, Mauro estudou no Colégio Diocesano Dom Silvério. Em 1955, trabalhou em um programa humorístico chamado "Em Babozal Era Assim", da Rádio Cultura, de Sete Lagoas. Já no ano seguinte, formou-se em técnico em contabilidade na Escola Técnica de Comércio de Sete Lagoas. Naquela época, o humor fez com que Mauro ficasse conhecido pela técnica que tinha para trocar de voz e com isso imitar animais com perfeição.


Em 1957, mudou-se para Belo Horizonte, onde, trabalhando como bancário, tentou conciliar o tempo com a faculdade de Arquitetura, mas não conseguiu iniciar o curso por falta de condição financeira. Em BH, Mauro trabalhou em alguns programas, entre eles o "Arte Final". Com o tempo, o seu trabalho como humorista passou a ser reconhecido, até que, entre 1960 e 1963, foi considerado o melhor comediante de rádio. Ainda na capital mineira, fez sua estreia na TV, no programa Tribunal de Calouros, na TV Itacolomi, na época emissora pertencente aos Diários Associados.


No mesmo ano recebeu um convite de Wilton Franco para trabalhar na TV Excelsior, no Rio de Janeiro. A primeira aparição na nova emissora foi em um programa de calouros, oportunidade em que criou cinco personagens de grande sucesso. Apesar da timidez, o seu talento já era reconhecido por todos até que, mais tarde, a TV Tupi o chamou para trabalhar e criar o programa "Café Sem Concerto". A partir daí, começou a história do personagem "Zacarias". Sua atuação chamou a atenção de Renato Aragão, chefe do grupo "Os Trapalhões". Em 1975, Mauro foi o último a integrar esse grupo, do qual já faziam parte Didi, Dedé e Mussum. Além do personagem Zacarias, Mauro também fazia a voz de Aparício, interpretado por Renato Aragão.


Mauro Gonçalves permaneceu no grupo "Os Trapalhões" até 1990, ano em que faleceu. Zacarias era caracterizado por ter um jeito infantil e efeminado, por sua risada característica e também por uma peruca, já que Mauro era calvo. Seu personagem ficou marcado para sempre na história do humor brasileiro pelo seu carisma, que cativava a todos.


O ator e humorista Mauro Faccio Gonçalves faleceu na Gávea, Rio de Janeiro, aos 56 anos, vítima de uma infecção pulmonar.


Homenagem
Em justa homenagem, seu nome foi dado à Escola Municipal de Ensino Fundamental Mauro Faccio Gonçalves - Zacarias, em São Paulo
Rua Mauro Faccio Gonçalves, em Sete Lagoas (MG)
O Casarão - Centro Cultural de Sete Lagoas possui um acervo do artista em exposição permanente


Cinema
Como carreira solo
Tô na Tua, Ô Bicho - 1971
O Fraco do Sexo Forte - 1973
Deu a Louca nas Mulheres - 1977


Como integrante do grupo "Os Trapalhões"
Os Trapalhões na Guerra dos Planetas - 1978
O Cinderelo Trapalhão - 1979
O Rei e os Trapalhões - 1979
Os Três Mosqueteiros Trapalhões - 1980
O Incrível Monstro Trapalhão - 1980
O Mundo Mágico dos Trapalhões - 1981
Os Saltimbancos Trapalhões - 1981
Os Vagabundos Trapalhões - 1982
Os Trapalhões na Serra Pelada - 1982
O Cangaceiro Trapalhão - 1983
Atrapalhando a Suate - 1983
Os Trapalhões e o Mágico de Oroz - 1984
A Filha dos Trapalhões - 1984
Os Trapalhões no Reino da Fantasia - 1985
Os Trapalhões no Rabo do Cometa - 1985
Os Trapalhões e o Rei do Futebol - 1986
Os Trapalhões no Alto da Compadecida - 1987
Os Fantasmas Trapalhões - 1987
Os Heróis Trapalhões - Uma Aventura na Selva - 1988
O Casamento dos Trapalhões - 1988
A Princesa Xuxa e os Trapalhões - 1989
Os Trapalhões na Terra dos Monstros - 1989
Uma Escola Atrapalhada - 1990


Teatro
A Dama do Camarote - 1970


Televisão
Os Trapalhões - 1975

Enviar link