Destinos

Coronel Xavier Chaves

Apresentação

  • Coronel Xavier Chaves - Casarão - Fábio Carvalho
  • Coronel Xavier Chaves - Igreja de N.S do Rosário - Sérgio Freitas
  • Coronel Xavier Chaves - Igreja Matriz de N. S. da Conceição - Fábio Carvalho
  • Coronel Xavier Chaves - Anexo da Matriz de N.S. da Conceição - Fábio Carvalho
  • Coronel Xavier Chaves - Artesanato local - Fábio Carvalho
  • Coronel Xavier Chaves - Artesanato local - Fábio Carvalho
  • Coronel Xavier Chaves - Igreja de Nossa Senhora do Rosário - Sérgio Freitas

A origem do município está na fazenda do Mosquito, que no século 19 pertenceu ao Coronel Francisco Rodrigues Xavier Chaves, bisneto de Antônia Rita da Encarnação Xavier, irmã de Tiradentes. Numa certa época, o Coronel resolveu construir diversas casas nas terras da fazenda e as distribuiu para sua numerosa família. Deste núcleo familiar, acabou surgindo o Povoado de Mosquito que deu origem ao município. Em 1911, esse povoado foi incorporado ao município de Prados e passou a se chamar São Francisco Xavier. Em 1962, foi elevado à categoria de cidade com o nome de Coronel Xavier Chaves.

 


Hoje, quem visita o município encontra uma cidade limpa, ajardinada e tranquila, preservando alguns casarões, passos da paixão, a bonita Matriz de Nossa Senhora da Conceição e uma graciosa capela de pedras dedicada a Nossa Senhora do Rosário. Nos arredores da cidade, o turista conta com cachoeiras como as do Baú e do Tibúrcio.

 


Do artesanato local, sobressaem-se as rendas de abrolhos e os delicados bordados em ponto cruz feitos pelas habilidosas xavierenses. Esculturas em gnaisse e pedra sabão encontradas em atelieres da cidade também surpreendem os visitantes.

 


Uma cachaça bem mineira é produzida em um engenho do século 18, que pertenceu ao Padre Domingos, irmão de Tiradentes. Ele o recebeu de uma tia como dote “para efeito de se tornar sacerdote”. Hoje, a cidade se orgulha de preservar esse engenho considerado o mais antigo do Brasil, com mais de 150 anos, ainda em funcionamento.

 


A agropecuária, tradicional na região, é a base da economia de Coronel Xavier Chaves, tanto que o município realiza anualmente uma famosa exposição. Entre os meses de abril e setembro, nos períodos de lua cheia, os xavierenses realizam cavalgadas que já se tornaram tradicionais. E, em dezembro, festejam a Padroeira, Nossa Senhora da Conceição.

 


Os campos e as pastagens formam bonitos cenários para quem deseja realizar tranquilas caminhadas pelas redondezas conhecendo alguns pontos de interesse turístico: a Cachoeira do Baú, o Morro do Gambá e a Trilha do Carteiro. A Estrada para a Fazenda do Pombal é um dos mais antigos caminhos da região e já foi muito utilizada por tropeiros, bandeirantes e inconfidentes, principalmente, pelo alferes Tiradentes. A 3 km do centro, um velho jequitibá tornou-se uma curiosidade. Ele possui uma fabulosa copa com 45 metros de diâmetro e precisa de pelo menos oito homens para abraçá-lo.

 


O Rio das Mortes e o Rio Carandaí cortam o município. Nele, também, está o ponto mais alto da Serra de São José, com seus 1.430 metros. Além disso, Coronel Xavier Chaves guarda o maior número de viadutos e túneis da Ferrovia do Aço, verdadeiras tentações para os aventureiros em rapel e travessias. 

 

 

Enviar link

Região Turística
Central
  • Prefeitura
  • rua Padre Reis, 84
    CEP CEP:36330-000
    32  3357-1235
    32  3335-1387


    Prefeito
    Helder Sávio Silva - PSDB
    Vice-Prefeito
    José de Fátima Aparecida Chaves

  • Cidades próximas:
  • Barbacena
  • Prados
  • Resende Costa
  • São João del-Rei
  • Tiradentes