Destinos

Pedra Dourada

Apresentação

  • Pedra Dourada - Pedra Dourada - vista parcial da cidade - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Alto da Pedra Dourada - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - APA Pedra Dourada - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Parque Municipal São joão - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Parque Municipal São João - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Parque Municipal São João - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Cachoeira do Marinho - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Cachoeira do Moacir - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Fazenda Tupinambás - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Igreja de São José - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Igreja São José - interna - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Mata da APA Pedra Dourada - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Vista da APA Pedra Dourada - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Vista da APA Pedra Dourada - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Pedra do Lagarto - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Pedra do LAgarto - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Pedra Redonda - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Pôr-do-sol em Pedra Dourada - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Praça São José - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Visão panorâmica do município - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Pedra Dourada - vista parcial da cidade - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada
  • Pedra Dourada - Vista parcial da cidade - Acervo/Prefeitura de Pedra Dourada

Abrir a janela e se deparar com uma das mais belas formações geológicas que a natureza foi capaz de produzir. É assim que os moradores de Pedra Dourada, pequena cidade da Zona da Mata, vivem mais perto do céu. A vista de cima da pedra, de 1.379 m de altitude, é deslumbrante. De lá, é possível observar a mata atlântica que circunda a região, além da visão panorâmica para as cidades vizinhas, parte do Espírito Santo e do Rio de Janeiro e das montanhas mineiras.

 

A pedra recebeu esse nome porque, conforme relatam os moradores, ao final das tardes chuvosas, ela ganha uma cor dourada. Outra versão diz que, à noite, raios dourados passam sobre ela, o que faz com que a pedra dourada tenha relação com a Mãe do Ouro, lenda da mitologia brasileira criada pelos indígenas antes da chegada dos colonizadores portugueses.

 

A lenda diz que a Mãe do Ouro é responsável por guardar as minas. Logo sua presença é sinal de que há o metal precioso no local. Na região da Pedra Dourada, a Mãe do Ouro é entendida como uma guardiã, estrela cadente, encantada, que passeia luminosa pelos ares, mas vive debaixo d’água, num palácio. Em tardes de chuva, passa como estrela cadente em fio luminoso.

 

Essa aura mitológica que envolve Pedra Dourada é herança dos primeiros habitantes da região. Os índios da tribo dos Puris estiveram por ali até o início do século 19, quando os primeiros aventureiros chegaram à região em busca de alternativas econômicas, uma vez que as minas de ouro já haviam esgotado sua capacidade.

 

Quem ali chegou encontrou terra fértil e abundante. Isso atraiu também imigrantes europeus, vindos da Itália e da Espanha. Os novos moradores da região logo se instalaram, fundaram fazendas, iniciando um núcleo de povoamento, ao qual foi dado o nome de Arraial de São João do Soca. José de Souza Lima, vindo de Tombos, doou 66 hectares de terra ao patrimônio da Igreja de São João, tida como o marco inicial da cidade.

 

Aproveitando o clima propício, foi desenvolvida a cultura de café, que, na segunda metade do século 19 e início do século 20, era considerado o principal produto da economia brasileira. Junto com o café, a banana e o leite também se destacaram, ocupando as fazendas da região.

 

Em 1939, o Arraial de São João do Soca passa à categoria de vila e recebe o nome de São José de Pedra Dourada. Nessa época sua população era de aproximadamente 3.500 habitantes, e pertencia ao município de Tombos. Em 1962, pela Lei n. 2.764, de 30 de dezembro, a vila se emancipou de Tombos e teve seu nome alterado para Pedra Dourada.

 

Pedra Dourada faz parte do Circuito Pico da Bandeira e do roteiro do Caminho da Luz, cujo trajeto de 195 quilômetros, iniciando em Tombos e terminando no Parque Nacional do Pico da Bandeira, é um grande atrativo turístico que remonta a rota que era percorrida por tropeiros, religiosos e aventureiros na travessia dos Estados do Rio de Janeiro para o Espírito Santo, passando por Minas Gerais.

 

Enviar link

Região Turística
Zona da Mata
  • Prefeitura
  • praça Cristalino de Aguiar, 20 - Centro
    CEP 36847-000 
    32 3748-1004 
    32 3748-1028


    Site Oficial


    Prefeita
    Eunice Araújo Moreira Soares 
    Vice-prefeito
    Vandir Pedrosa de Mendonça

  • Cidades próximas:
  • Carangola
  • Manhuaçú
  • Miradouro
  • Tombos