Destinos

Desterro do Melo

Apresentação

  • Desterro do Melo - Via Verde - Serra da Conceição - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Igreja Matriz Nossa Senhora do Desterro - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Det. da Igreja Matriz N. Sra. do Desterro - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Interior da Ig. Matriz de N. Sra. do Desterro - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Capela do Rosário - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Marco da Estrada Real - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Desterro do Melo - Pint. mural - aspecto da cidade - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Via Verde - Serra da Conceição - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Pedra do Macaco - Danilo Cimino
  • Desterro do Melo - Praça Carlos Jaime - Serra da Conceição - Danilo Cimino

Apesar de jovem como município constituído, Desterro de Melo tem sua origem na época da formação da capitania de Minas Gerais. Os primeiros habitantes do local provavelmente foram os índios Carijós. A cidade mantém suas tradições culturais e possui um grande potencial para o turismo ecológico e de aventuras. Pertence ao Circuito Nascente do Rio Doce e está na área de influência da Estrada Real.

 


No início do século 18, o bandeirante paulista João Siqueira Afonso, que descobriu ouro às margens do rio das Mortes e em Aiuruoca, também andou por essas terras.

 


Em 1761 chegou ao local, onde hoje são terras do município de Desterro do Melo, o português Antônio José de Melo, condenado a cumprir pena na Colônia. De acordo com o seu momento de vida, José de Melo escolheu como sua protetora Nossa Senhora do Desterro; essa invocação a Maria é referente à fuga da Sagrada Família – São José, Nossa Senhora e o Menino Jesus – para o Egito.

 


O português principiou uma atividade agrícola pastoril que acabou se transformando na Fazenda do Melo. Fato comum nas Minas Gerais, o fazendeiro doava as terras para a construção de uma capela e ao redor dessa surgia um povoado que, com o passar dos anos, se tornava distrito e finalmente a elevação à cidade.

 


Assim aconteceu com Desterro do Melo; suas origens estão no povoado surgido nos arredores da fazenda e da capela.

 


Em 1842 o povoado foi elevado à categoria de distrito. Ao longo do século 19, a localidade pertenceu a vários municípios. Em 1832 pertencia a Alto Rio Doce, que na época tinha o nome de São José do Xopotó. Quatro anos mais tarde, passou a pertencer a Barbacena. Em 1871 as terra são transferidas para Mercês e, no mesmo ano, também pertenceu a Rio Pomba. A capela foi elevada à freguesia com a denominação invertida de Melo do Desterro pela Lei nº 1.180, de 10 de outubro de 1871.

 


Em 30 de dezembro de 1962, pela Lei estadual nº 2.764, o distrito foi emancipado de Barbacena, e a instalação do município aconteceu em 30 de março de 1963.


 

Enviar link

Região Turística
Central
  • Prefeitura
  • avenida Silvério Augusto de Melo,158
    CEP:36210-000
    32  3336-1123



    Prefeito
    Marcia Cristina Machado Amaral
    Vice-prefeito
    João Crizóstomo Lopes da Silva

  • Cidades próximas:
  • Alto Rio Doce
  • Barbacena
  • Congonhas
  • São João del-Rei