Destinos

Rio Piracicaba

300 anos de tradição em cores e sons dos tambores

Tão tradicional quanto o Jubileu do Senhor Bom Jesus, a Festa de Nossa Senhora do Rosário tem papel importante na história e na identidade cultural do município de Rio Piracicaba. Isso porque a origem da festividade vem do século 18, assim como o início do povoamento na região. Em pelo menos quatro momentos do ano, a cidade respira ares da cultura congadeira, que inunda as ruas do centro e dos distritos com cores e sons dos devotos de Nossa Senhora.


O início das manifestações em torno de Nossa Senhora do Rosário se deu com a história do escravo Chico Rei, na primeira metade do Século 18. Segundo a lenda, pois não se sabe a veracidade de todas as informações, Chico Rei era um imperador africano no Reino do Congo e veio para as terras brasileiras capturado como escravo junto a vários outros conterrâneos. Chegou à antiga Vila Rica, hoje Ouro Preto, onde passou a trabalhar na mineração de ouro. Quando não estava sendo obrigado a trabalhar, como em dias santos, Chico Rei conseguia alguns contos trabalhando de forma independente. Economizou e conseguiu comprar a própria alforria. Em comemoração à liberdade, o escravo dançou em uma das igrejas.


Pouco tempo depois de sua liberdade, Chico Rei conseguiu a alforria de mais escravos, que como ele, passaram a trabalhar por conta própria. Casou-se e passou a ser considerado rei pelos companheiros e seguidores, uma vez que teria sido líder no Congo. Construiu igreja e nas épocas festivas, como Reis Magos e Nossa Senhora do Rosário, Chico Rei era reverenciado, coroado e seguia pelas ruas cercado por seus "súditos" dançando e tocando instrumentos típicos como caxambus, pandeiros, sanfonas e violas. O nome "congado" também ficou relacionado à festa em função das origens de Chico Rei.


Com a criação da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário em 1750, a tradição se espalhou entre os quilombos e arraiais brasileiros, principalmente na região das Minas Gerais e não demorou a chegar a São Miguel de Piracicaba.


Segundo está escrito no livro "Bastão de Ouro" os devotos de Nossa Senhora do Rosário conseguiram autorização para construir uma capela em 1757 em devoção à santa. Desde então, a Festa de Nossa Senhora do Rosário, é realizada em seu adro no mês de agosto e reúne guardas de congado de várias cidades da região.


Outras celebrações no município também são muito tradicionais e valem a pena conhecer. No distrito de Padre Pinto, o "Congado Caxambu" é referência como a principal festa do anoe é realizada em julho. O distrito, inclusive, é reconhecido pela Fundação Cultural Palmares, ligada ao Ministério da Cultura, como Comunidade Quilombola, ou seja, remanescente de quilombo.


Em Conceição de Piracicaba, as festividades são em setembro. E no bairro Córrego São Miguel, a Festa de Nossa do Rosário ocorre em maio.

Enviar link