Turismo

Estrada Real

Senac
  • Logo Senac Minas
  •  
  • Hotel Grogotó

Dia 12 abril 2000 - (Ex500)

Quarta-feira
Hoje saímos um pouco mais tarde de Itamonte às 10:00, culpa do Humberto que ficou entrevistando o Sr. Jason e nos disse que a riqueza de informações transmitidas pelo entrevistado já o leva a acreditar que a nossa pesquisa apontará um diagnóstico que poderá ser muito útil nas ações do turismo na Estrada Real. Tendo em seguida rumado a Pouso Alto, depois da tradicional foto dos expedicionários.


Esta cavalgada foi demorada, mas valeu a pena. Paramos para conversar com várias pessoas e conhecemos a pousada do Jorge (Chileno) que trabalha em parceria com a natureza, aproveitando até mesmo, os troncos das árvores que descem nas enchentes para fabricar seus móveis. Bem próximo à Pousada do Chileno encontramos uma casa para reabilitação de dependentes químicos, chamada Maanaim, que significa Recanto dos Anjos. Existem outras que seguem o mesmo padrão e estão localizadas em seu entorno, um trabalho muito interessante desenvolvido por evangélicos.


As emoções do dia foram várias, como a travessia por uma correnteza de aproximadamente seis metros montados no cavalo e a nossa chegada a Pouso Alto. Fomos recebidos por uma comitiva de autoridades do município e um carro de som. Desfilamos pelas ruas com as bandeiras da cidade, do Estado e do Brasil, aplaudidos pela população.


Hoje a 'Novelinha da Expedição', na rádio Inconfidência, contou com a participação do nosso trio de ciclistas: Ted, Cesar e Artur.


Assim que descemos dos cavalos caiu uma forte chuva e uma hora depois tivemos um belíssimo jantar acompanhado pelos prefeitos de Pouso Alto e Itamonte. Dormimos em uma casa alugada pela prefeitura.

 

'Se o cavalo pudesse falar, pediria:
Depois que eu obedecer a seus comandos, não precisa mais me chicotear. Quando colocar o freio em minha boca, verifique se não está me machucando. Quando colocar a cela em meu dorso, confirme se a mesma não está me pegando. Se eu não puder te levar a galope até a montanha, tenha paciência: aos passos te levarei até o pico mais alto. Quando eu ficar velho não me venda, não me mate, não me abandone e sim, reserve um cantinho onde eu possa passar meus últimos dias'.   Nenzinho.

 

 

Enviar link

© Alexandre C. Mota Pouso Alto - Expedicionários na pastagem - Alexandre C. Mota Expedicionários na pastagem
© Alexandre C. Mota Pouso Alto - Bambuzal - Alexandre C. Mota Bambuzal