Turismo

Estrada Real

Senac
  • Logo Senac Minas
  • Hotel Grogotó
  •  

Dia 13 abril 2000 - (Ex500)

Quinta-feira
Tomamos nosso café da manhã no restaurante Vó Nhá, e saímos de Pouso Alto às 9h20 em direção à Caxambu. Neste percurso contamos com a presença de alguns cavaleiros de Cruzília.


O trecho foi pesado com morros íngremes, no entanto a trilha e a Serra da Mantiqueira recompensaram qualquer esforço.


Hoje, apesar de não se tratar de uma sexta-feira 13, saímos justamente em 13 cavalos e tivemos muitas coincidências misteriosas. Foi o dia dos acidentes - só para dar um pouquinho de trabalho para o nosso médico de plantão - César.


O primeiro acidente do dia foi a queda do Artur. Tudo isso só por causa de um 'empurrãozinho' que o Tullio deu para ajudá-lo a subir um morro, ele não só caiu entre os cavalos, como sua bicicleta empenou completamente a roda e depois de algum tempo resolveu continuar no carro de apoio devido a uma dor no joelho (nada sério!). O segundo foi com a Kátia que, quando passava por uma trilha com mata fechada foi literalmente 'atacada' por unhas-de-gato (árvore cheia de espinhos), que agarrou seu chapéu e ao tentar tirá-lo, levou pequenos arranhões no nariz, mãos e cotovelos, apesar do sangue não foi nada sério.


E, finalmente, os mais espetaculares dos acidentes, que merecem um parágrafo a parte: o duplo acidente do Ted. O primeiro, diga-se de passagem cinematográfico, foi quando descíamos um dos vários morros íngremes e, sentindo-se o dono da 'bala Chita' em sua bike, resolveu descer no meio do pasto sem trilha. Alegou que a roda de trás começou a travar e, em seguida, surgiu um cupinzeiro que travou a roda da frente, ai não teve jeito: um looping maravilhoso com Ted, bicicleta, GPS, agenda, entre outros acessórios. Só vimos o Tales atrás catando tudo. Não bastasse esse espetáculo à parte, ele resolveu pegar um atalho 'mau sucedido': achando que sua bike era uma moto e, querendo cortar caminho por um brejo, acabou atolado e machucando um pouco a sua perna.


Tivemos mais alguns, porém se continuarmos a relatá-los vamos ficar aqui o dia todo além do mais, a Expedição está muito bem protegida pelos deuses e nada vai conseguir desanimar esta galera.


Já próximos de Caxambu, no alto da serra, nós fizemos mais um capítulo da nossa 'Novelinha da Expedição' na rádio Inconfidência, sempre ao vivo. A expedicionária Kátia deu uma canja para os ouvintes. Não houve recepção na cidade, já que a comemoração seria feita só na manhã do dia seguinte.


Nossa chegada ao hotel foi cômica pois, ficamos no Hotel Glória, um desbunde de luxo, que recebeu, paralelo a um evento do Lions, os mais empoeirados dos hóspedes, imagine só a cena.

 

Enviar link

© Henry Yu Baependi - Artesanato em palha e taquara - Henry Yu Artesanato em palha e taquara
© Alexandre C. Mota Cruzília - Subida da serra de Cruzília - Alexandre C. Mota Subida da serra de Cruzília
© Alexandre C. Mota Cruzília - Subida da serra de Cruzília - Alexandre C. Mota Subida da serra de Cruzília
© Alexandre C. Mota Baependi - Fenda da estrada Real  - Expedicionários - Alexandre C. Mota Fenda da estrada Real - Expedicionários
© Alexandre C. Mota Tropeiro sobe a serra - Alexandre C. Mota Tropeiro sobe a serra