Turismo

Estrada Real

Senac
  • Logo Senac Minas
  • Hotel Grogotó
  •  

Impressões de um artista plástico - (SxM)

A meu ver, a Expedição teve um grande papel na abertura de novos caminhos para a Estrada Real (Ouro Preto/Diamantina). Na área ecoturística, há de se fazer um trabalho de adaptação e organização de funções dentro das pequenas e grandes comunidades, para melhor poder receber os turistas e mostrar que se pode fazer uma bela viagem dentro de Minas com um custo bem reduzido e qualidade elevada. Quanto ao valor artístico, o potencial é uma das vértices mais relevantes, pois a cultura mineira é uma das maiores riquezas turísticas que se pode explorar.

Entretanto, tenho visto uma grande deficiência de apoio e divulgação aos artistas e artesãos de todas as localidades por onde passamos. Um modo de acabar com tal problema seria:

- a abertura de casas de cultura e cooperativas de artesãos;
- criação de espaços de oficinas de arte para crianças, jovens e adultos;
- instituição de pequenos show-rooms, para comercialização das peças produzidas nas oficinas e nos espaços artísticos, onde o turista possa comprar presentes, artigos de decoração e peças do artesanato mineiro.

 

Em relação ao potencial natural, temos uma grande região, ecologicamente rica, e que abre margem para todas as pessoas interessadas em práticas esportes eco-naturais, com possibilidades que variam de pequenos passeios de fim-de-semana, até grandes expedições.

Texto de Pepe Smith -  Foi pesquisador em ecoturismo e artista plástico; suas obras eram feitas com material reciclado.

 

Enviar link