Turismo

Expedições e Aventuras

02. Trecho Ouro Preto - Queluzito

Ouro Preto - Lavras Novas (17 setembro 2001)


Como já conhecíamos bastante Ouro Preto, resolvemos seguir viagem logo cedo para Lavras Novas. É aí que estamos realmente pegando a Estrada Real. No caminho até Ouro Branco saímos um pouquinho do leito principal da estrada para passarmos em Lavras Novas, uma vila de grande beleza e importância natural e histórico-cultural, que conserva toda simplicidade e jeito acolhedor de seus moradores. Deixamos as bicicletas e parte da bagagem com o Gentil, do restaurante Quilombo e acampamos na beira de um córrego próximo à cidade, em um local muito bonito e cercado por montanhas maravilhosas.


Lavras Novas - Ouro Branco (18 setembro 2001)


A estrada de Lavras Novas é difícil e perigosa para descer, pois é íngrime, cascalhenta e com curvas fechadas, e foi neste lugar tão propício que tivemos o segundo 'acidente' da viagem: A Ludmila perdeu o controle em uma curva e acabou escorregando no cascalho e caindo. Nada de grave aconteceu. Lavamos os ferimentos em uma cachoeirinha no pé da serra e seguimos para Ouro Branco, e depois de muito sobe-e-desce chegamos ao objetivo do dia. Ficamos deslumbrados com a beleza da Serra de Ouro Branco. Ela nos lembrou muito a Serra de São José em Tiaradentes.


Foi o Rubem, da secretaria de turismo quem nos recebeu. Ficamos hospedados em uma sala do Ginásio Poli-esportivo da cidade e recebemos um presente: um jantar na Pizzaria Sociedade Alternativa e muito mais: o carinho e a amizade do Roberto, dono da pizzaria e irmão do Rubem. Ficamos sabendo do Arraial de Itatiaia, povoado criado no século 17 para a exploração do ouro na região, que fica às margens da Estrada Real.


Ouro Branco - Conselheiro Lafaiete (19 setembro 2001)


Neste dia encontramos de novo com o Roberto, de manhã na cidade, e mais tarde na estrada. Passamos pela Casa Velha de Tiradentes, um antigo ponto que, além de servir de pousada para viajantes, na sede da fazenda cobrava-se o quinto do ouro, imposto pago pelos mineradores à coroa portuguesa. Daí fomos, juntos com o Roberto até o lugar onde foi exposta uma das pernas mutiladas do Alferes Tiradentes, junto à famosa figueira, onde os Inconfidentes costumavam se reunir. O caminho para Lafaiete é pouco acidentado, facilmente percorrido, depois de termos atravessado muitas subidas até Ouro Branco.


Tivemos uma surpresa ao chegar em Lafaiete: era aniversário da cidade, feriado local e não tinha ninguém para nos receber na prefeitura ou secretaria de turismo. Fomos ao Cristo da cidade de onde avistamos toda a região em volta. Logo após tivemos outra surpresa: lá conhecemos, aparentemente por acaso, duas pessoas que fizeram há pouco tempo, o mesmo trecho da Estrada Real de bicicleta: o Ademar e o Marcos, residentes na própria cidade. Além de um bom papo, eles nos indicaram alguns lugares para hospedarmos e acabamos por decidir pelo Hotel Itália.


Conselheiro Lafaiete - Queluzito (20 setembro 2001)


Antes de deixar Lafaite, passamos na "Import Bike" para regular o câmbio dianteiro de uma das bicicletas e esta loja foi mais um dos lugares que nos apoiou, patrocinando o serviço e proporcionando bons momentos de conversa com o Tadeu que é o dono da loja, e o Ademar, que passou por lá naquele momento.


Ao sairmos de Lafaiete, cruzamos a BR 040 e pegamos uma estrada de terra muito gostosa para Queluzito, com subidas e descidas leves, atravessando um típico ambiente rural mineiro, mas logo antes de chegar a Queluzito, tivemos que subir uma ladeira íngreme.


Queluzito (21 setembro 2001)


Como gostamos desta cidade, e completamos uma semana de viagem, resolvemos nos proporcionar um dia de descanso para as pernas em Queluzito. Este é um ponto importante da Estrada Real pois é aqui que o Caminho Novo e o Velho se encontram (ou separam, dependendo do sentido do percurso).


No final da tarde fomos a uma fazenda antiga, diferente das tradicionais, pois foi construída para ser a morada de um padre jesuíta no século 18, onde hoje dará lugar a um hotel e um restaurante.

Enviar link

© Alexandre C. Mota Ouro Branco - Pavimentação da Estrada Real - Alexandre C. Mota Pavimentação da Estrada Real
© Sérgio Freitas Lavras Novas - Povoado de Ouro Preto - Estrada para Lavras Novas - Sérgio Freitas Estrada para Lavras Novas
© Jornal Correio da Cidade Conselheiro Lafaiete - Fazenda Paraopeba - Jornal Correio da Cidade Fazenda Paraopeba